Nova Linha de Évora - Évora Norte - Elvas/Caia

Alandroal - Linha do Leste

A 30 de abril de 2018 foi lançado o Concurso da empreitada para a construção do subtroço da Linha de Évora, entre Alandroal e a Linha do Leste.

Uma obra com um valor base de 195 milhões de euros, que prevê a construção de nova plataforma ferroviária numa extensão de 38,5 quilómetros, e que integrará o futuro Corredor Internacional Sul.

A obra agora a concurso complementa as empreitadas também já lançadas para a construção dos subtroços da Linha de Évora:

  • Évora Norte – Freixo – Concurso de empreitada lançado no passado dia 5 de março de 2018
  • Freixo – Alandroal – Concurso de empreitada lançado no passado dia 29 de março de 2018.

A empreitada de construção do troço Alandroal – Linha do Leste compreende também a execução de trabalhos de terraplenagem para materialização do novo canal ferroviário, construção dos sistemas de drenagem longitudinal e transversal, a execução de uma estação técnica, vinte e seis Obras de Arte Correntes e catorze Obras de Arte Especiais, criação de caminhos paralelos e de acesso e emergência.

O prazo de execução desta intervenção é de 28 meses.

O novo troço da Linha de Évora, constituído pelos troços anteriormente referidos, terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova, em via única Eletrificada (25 kV-50 Hz) sobre plataforma para via dupla, balastrada com carril UIC60 e travessa de betão polivalente (preparada para receber a bitola europeia).

Este troço integrará o Corredor Internacional Sul, cuja concretização se reveste de extrema importância na ligação dos Portos do Sul do País e da rede ferroviária nacional a Espanha, nomeadamente na ligação a Badajoz, potenciando e aumentando a capacidade exportadora de mercadorias do país.

Este investimento permitirá a redução de custos de transporte em cerca de 30%, ao longo do corredor, assim como a redução da extensão atual em cerca de 140km.

A construção do corredor Évora-Caia contribuirá para a criação de 4.250 empregos diretos e cerca 200 empregos indiretos (alimentação/restauração, alojamento e limpeza).

Este investimento irá promover, no ano horizonte, uma redução total de emissões em cerca de 428 Milhões tonCO2eq.

Este Concurso Público Internacional é lançado no âmbito dos projetos de Investimentos Ferroviários aprovados pelo Governo no Plano Ferrovia 2020.

O presente contrato é cofinanciado pela união europeia através do programa Conecting Europe Facilitiy (CEF) ao abrigo dos seguintes contratos de cofinanciamento 2014-PT-TM-0627-M e 2016-PT-TMC-0059-M (as comparticipações variam entre 40 e 50%).

Freixo - Alandroal

A Infraestruturas de Portugal lançou, a 29 de março de 2018, o Concurso Público Internacional para a empreitada de construção do 2.º troço entre Freixo e Alandroal, com um valor base de concurso de 105 milhões de euros, no âmbito do Programa Ferrovia 2020.

A obra a concurso insere-se no âmbito do projeto de modernização da Linha de Évora e contempla a construção da plataforma de via-férrea, numa extensão total de 20,5 quilómetros, incluindo terraplenagem para materialização do novo canal ferroviário, drenagem longitudinal e transversal, a execução de uma estação técnica, dezasseis Obras de Arte Correntes e dez Obras de Arte Especiais, sendo a construção de plataforma de via férrea e Obras de Arte preparadas para a futura duplicação da via, construção de caminhos paralelos e de caminho de acesso e emergência. O prazo de execução desta intervenção é de 24 meses.

O subtroço a materializar na presente ação, entre Freixo e Alandroal, garante a continuidade do Subtroço Évora Norte – Freixo, empreitada lançada no passado dia 5 de março de 2018.

O novo troço da Linha de Évora, constituído pelos troços anteriormente referidos e que integra o Corredor Internacional Sul, terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova, em via única Eletrificada (25 kV-50 Hz) sobre plataforma para via dupla, balastrada com carril UIC60 e travessa de betão polivalente (preparada para receber a bitola europeia).

A concretização deste projeto reveste-se de extrema importância na ligação aos Portos do Sul do País à rede ferroviária, nomeadamente com a ligação a Badajoz, potenciando o aumento da capacidade exportadora de mercadorias do país.

O presente contrato é cofinanciado pela união europeia, através do programa Connecting European Facilities (CEF), ao abrigo de contratos de cofinanciamento com comparticipações que variam entre 40 e 50%.

Financiamento Comunitário

Ligação Ferroviária Sines/Elvas (Espanha): Troço Évora-Caia e Estação Técnica ao km 118 da Linha do Sul

Ligação Ferroviária Sines/Elvas (Espanha): Troço Évora-Caia - 2ª Fase

  • Código: 2016-PT-TMC-0059-M
  • Custo total de investimento (milhões de Euros) 73
  • Valor de comparticipação (milhões de Euros) 55,8