Variante Externa à vila de Arruda dos Vinhos
PRR
  • Obra da Variante Externa à vila de Arruda dos Vinhos
  • Obra da Variante Externa à vila de Arruda dos Vinhos
  • Obra da Variante Externa à vila de Arruda dos Vinhos
  • Obra da Variante Externa à vila de Arruda dos Vinhos
  • Obra da Variante Externa à vila de Arruda dos Vinhos
  • Variante Externa à vila de Arruda dos Vinhos
Localização
Distrito: Lisboa; Concelho e Freguesia de Arruda dos Vinhos
Extensão
Extensão total aproximada de 2500 metros, tendo início ao km 20,700 da EN248, no entroncamento desta via com o acesso ao cemitério, com uma orientação para norte, e fim na EN115-4, a norte, localizada no concelho de Arruda dos Vinhos.

Âmbito da Intervenção

A travessia da vila de Arruda Dos Vinhos caracteriza-se por uma rede viária (EN248, EN115-4 e Variante Industrial das Corredouras) com intenso tráfego pesado de mercadorias. Por sua vez a EN248 atravessa uma zona marcadamente urbana onde dificilmente convive a estrutura comercial e industrial com a residencial (tradicional).

De referir que o fluxo de tráfego proveniente de Norte com destino à autoestrada A10 e, por conseguinte, a toda a rede nacional de alta-prestação, desenvolve-se através de um percurso sinuoso e lento. 

Com efeito, a construção da presente Variante, com início entre o km 20,700 da EN248, a sul da vila de Arruda dos Vinhos, e fim na EN115-4, a norte desta localidade, permitirá que o fluxo de trânsito de passagem proveniente da autoestrada A10 e restante rede viária local envolvente seja desviado do centro da localidade por onde atualmente é obrigado a circular.

Benefícios

  • Inserção num quadro de desenvolvimento económico, cuja tendência futura assenta na continuidade do aumento das deslocações, quer de pessoas, quer de mercadorias;
  • Diminuição do tráfego rodoviário dentro de Arruda dos Vinhos, melhorando a dinâmica urbana e territorial;
  • Potenciar a mobilidade, melhorando as acessibilidades à rede rodoviária (autoestradas) e ferroviária (Linha do Norte);
  • Diminuição da sinistralidade rodoviária;
  • Melhoria da qualidade do ar, e diminuição da exposição da população a níveis incomodativos de ruído.

Financiamento Comunitário

PRR