Reabilitação da ER315 entre Mirandela e o entroncamento com o IP2

Conservação e manutenção
Rodovia
  • Reabilitação da ER315 - entre Mirandela e o entroncamento com o IP2
  • Reabilitação da ER315 - entre Mirandela e o entroncamento com o IP2

Melhoria significativa das condições de circulação e segurança rodoviária, repondo os níveis de serviço adequados.

Foi consignada, a 15 de setembro, a empreitada “ER315 - Mirandela (km 34,000) e entroncamento com o IP2 (Bornes, km 53,360) - Reabilitação”, situada nos concelhos de Mirandela e Macedo de Cavaleiros, distrito de Bragança.

Esta intervenção tem como objetivo alcançar uma melhoria significativa das condições de circulação e segurança rodoviária, reabilitando o pavimento, a sinalização e os equipamentos de segurança, repondo os níveis de serviço adequados.

A ER315 está classificada no Plano Rodoviário Nacional como “Estrada Regional” entre Rebordelo (entroncamento da EN103) e Alfândega da Fé, sendo a localidade de Mirandela o ponto intermédio de passagem mais importante. 

A reabilitação do troço da ER315 irá decorrer numa extensão aproximada de 20 km, com início ao km 34,000, à saída de Mirandela (Zona Industrial), e terminará ao km 53,360, no cruzamento com a EN102 após o atravessamento do IP2, em Bornes (Macedo de Cavaleiros).

Os trabalhos integram:

  • Geometria do Traçado - melhoria da geometria das interseções, restringindo-se à plataforma existente para não haver expropriações, mantendo-se a largura da plataforma atual, reforçando o pavimento da faixa de rodagem e, sempre que possível, pavimentando as bermas em betuminoso. Nas travessias urbanas a pavimentação das bermas será em cubos de granito, complementando o existente;
  • Terraplenagem - reparação e estabilização de taludes de aterro através de uma estrutura de enrocamento, bem como de taludes de escavação com a colocação de rede metálica e a execução de pregagens pontuais;
  • Drenagem - limpeza, desobstrução, reconstrução dos órgãos já instalados, execução de valetas de plataforma, drenos de rebaixamento dos níveis freáticos, valetas de bordadura em aterro, valas de crista em taludes de escavação e respetivos órgãos complementares;
  • Pavimentação - reabilitação e reforço do pavimento existente;
  • Sinalização e Segurança - reformulação e substituição dos equipamentos de sinalização e segurança, intervindo na sinalização, vertical de código e de orientação, na marcação horizontal (marcas rodoviárias) e nos equipamentos de balizagem, guiamento e demarcação.

​O Projeto foi elaborado pela empresa NORVIA - Consultores de Engenharia, S.A. e coordenado pela IP. A empreitada foi adjudicada à empresa Higino Pinheiro & Irmão, S.A., pelo valor de 3.095.385,11 €, sendo a Gestão do Contrato da responsabilidade da IP.

Durante a empreitada será necessário condicionar o tráfego com recurso a circulação alternada do trânsito, regulada por sinalização luminosa ou operadores de sinalização no local de execução dos trabalhos.